domingo, 24 de junho de 2018

Rio de Janeiro - Terra de ninguém!



A que ponto chegou a cidade do Rio de Janeiro. Enquanto nossas vias públicas são constantemente fechadas por confrontos intermináveis de policiais contra bandidos, de bandidos contra bandidos, que levam ao óbito pessoas que nada tem a ver com essa “guerra” toda que vivemos, temos de aturar um chefe da casa civil que no mínimo não se porta como tal, utilizando seus perfis nas redes sociais não para esclarecer dúvidas ou receber da população sugestões e assimilar críticas e perceber que algo em sua gestão não está muito certo.

Ao invés disso, encontramos alguém que está mais preocupado em bater boca, criticar as pessoas por suas posições e por muitas vezes tratar aqueles que são seus patrões - no final das contas, porque é isso que o povo é: patrão desses políticos - como se fossem meramente  seus vassalos que devem obedecer sem o menor questionamento seus mandos e desmandos - todos os cidadãos quanto os servidores do município e, em especial, os da educação. Numa clara manifestação de atrito mal resolvido com o Secretário da SME. Onde pretende chegar um político que ao invés de ajudar seus servidores quer lhes tirar direitos, numa cidade que tem um aumento já declarado na arrecadação em relação ao ano anterior, numa cidade onde não se tem obras públicas efetivas/eficazes, não se tem melhorias, uma população que está entregue à própria sorte pois nenhuma esfera de organização pública se apresenta pois alega falta de recursos: tudo agora é culpa da crise e da gestão anterior.

Será que vamos ter que pedir intervenção divina uma vez que a militar pouco resolveu até então? (E não me venham dizer que uma coisa coisa é município outra é estado porque a cidade é uma só e a população também.)


Nesta terça-feira, 26 de junho, a população tem a oportunidade em uma votação aberta ao público de demostrar a essas "autoridades" que nossos servidores merecem ser tratados com respeito ao invés de serem chacoteados e chicoteados por um Secretário que volta a ser vereador conforme lhe convém para usurpar os direitos daqueles que efetivamente trabalham nessa cidade. Nossa população precisa de algo mais que desculpas infindáveis e meninos de recados perversos e que adoram um bate-boca ridículo e desrespeitoso nas redes sociais.

quinta-feira, 7 de junho de 2018

DA GHAMA RECEBE LANNA RODRIGUES E BRUNA DE PAULA NO TEATRO IPANEMA




Com cenário produzido pelo artista plástico Gringo Cardia, Da Ghama sobe ao palco do Teatro Ipanema, dia 14 de junho, às 21h.
No repertório, músicas de seu segundo álbum solo – (depois de 22 anos como vocalista, guitarrista e compositor no Grupo Cidade Negra) -  BaixÁfrikaBrasil: “Trabalhador” (Papa Rick), “Não Basta Ser Rasta” (Fauzi Beydoun/ Frazão), “Vem Nêga” (Vell Rangel), “Frisson” (Tunai/ Sergio Natureza), “Estamos em Guerra” (Douglas Earl/Carlos Crecio/Beto Stheve), além de clássicos do reggae: “Waiting In Vain” e “Is This Love?” de Bob Marley e, grandes sucessos: “A Estrada”, “Girassol”, “Firmamento”, “Onde Você Mora”, “Pensamento”.
Da Ghama conta ainda com as participações especiais das cantoras Lanna Rodrigues, ex ‘The Voice Brasil’ que garantiu vaga no time de Lulu Santos e, Bruna de Paula, ex ‘Ídolos’.
Recentemente, a música “Trabalhador”, serviu de pano de fundo para a gravação do vídeo clipe homônimo, uma pequena homenagem prestada pelo cantor à todos os trabalhadores brasileiros. Assim como no álbum, o clipe também contou com a participação especial de Serjão Loroza com sua voz inconfundível.
Neste show, o cantor será acompanhado pela Banda Baixafrika: Cléo Henrique (bateria), Tácio Farias (contrabaixo), Heitor Nascimento (guitarra solo), Barol (teclado), Waldir Gama (percussão), Cauê (trombone) e Júnior (trompete).

Serviços:
Local: Teatro Ipanema
Dia: 14 de Junho de 2018 (quinta-feira)
Horário: 21h
Informações e vendas de Ingressos: (21)  2267-3750
Preços: R$ 40,00 (inteira) R$ 20,00 (meia-entrada)
Faixa Etária: Livre

Capacidade: 193 lugares

SESC realiza a curtíssima temporada de “Rosário”


Espetáculo de dança estreia dia 22 de junho (6af), no Mezanino do SESC Copacabana (RJ)

Rosário encerra trilogia criada pelo coreógrafo Márcio Cunha, onde aproxima a dança das artes plásticas



O espetáculo de dança “Rosário”, de Marcio Cunha, é montagem livremente inspirada nas obras do artista brasileiro conhecido como Bispo do Rosário, que estreia no dia 22 de junho (6af) no Mezanino do SESC Copacabana, em curtíssima temporada de duas semanas, sempre de 5af a domingo. Corpo, sociedade e espiritualidade são assuntos que aproximam a dança das potências das artes plásticas do criador Bispo do Rosário, pelo bailarino e artistas plástico Márcio Cunha, que interpreta e assina a concepção e a direção do espetáculo.

Com trilha sonora de Antonio Nóbrega, Rosário faz parte da trilogia de espetáculos de dança idealizados por Márcio Cunha, que funde a estética da dança com as artes plásticas, a partir de um universo particular investigado - atento ao tempo e ao contexto em que vive o artista, o cidadão, em seu país. Para tanto, Márcio Cunho penetrou no universo de Bispo do Rosário, quando passou uma temporada em convivência dos atuais internos da Colônia Juliano Moreira, local onde o artista desenvolveu sua arte. O espetáculo conta ainda com projeção de imagens captadas durante o período do coreógrafo no complexo psiquiátrico, bem como a experiência do coreógrafo será dividida com o público, em bate papo sobre o processo de criação da montagem, após todas as sessões.

O primeiro trabalho da trilogia, “Frida-me” (2014) - espetáculo de dança livremente inspirado nas obras da artista mexicana Frida Kahlo, trouxe à cena duo encenado por Márcio Cunha, com a atriz e bailarina Ana Paula Bouzas. O segundo trabalho, “Céu de Basquiat” (2016), performance feita pelo artista Márcio Cunha dentro de uma instalação, livremente inspirada nas obras de Jean Michael Basquiat. Os espetáculos, que tiveram suas estreias no SESC Copacabana, ganham agora, durante a temporada de Rosário, exposição das peças criadas para os cenários de Frida-me e Céu de Basquiat, no foyer do Mezanino do teatro.

“Este projeto se deu pelo desejo de investigar as angustias humanas, de traçar analogias entre as obras destes artistas com as questões sociais e políticas atuais do nosso país e abrir janelas para discussões e perguntas potentes que possam nortear novos caminhos na criação”, declara Márcio Cunha.
Rosário propõe um documentário dançado das obras e do fazer artístico de Bispo do Rosário, na busca de um encontro escancarado com a intuição, bem como pontes entre corpo e religiosidade, entre movimento e espiritualidade. Elementos encontrados nas obras de Arthur Bispo do Rosário Paes, o artista plástico Bispo do Rosário, que viveu por mais de 50 anos como doente mental no complexo psiquiátrico Colônia Juliano Moreira (RJ).

“Rosário” propõe um mergulho entre a insanidade e a arte do criador, um mergulho ao inconsciente em busca da saúde, da espiritualidade e da anima de Bispo do Rosário.

Sinopse

Corpo, sociedade e espiritualidade são assuntos que aproxima a dança das potências das artes plásticas do criador Bispo do Rosário, pelo bailarino e artistas plástico Márcio Cunha, que interpreta e assina a concepção e a direção do espetáculo.


Sobre Márcio Cunha

Márcio Cunha é diretor, coreógrafo, pesquisador em dança, bailarino, performer, arte educador e artista plástico. Carioca, formado em Licenciatura em Dança pela UniverCidade desde 2003 e pós-graduado em educação psicomotora pelo IBMR- Instituto Brasileiro de Medicina e Reabilitação desde 2006, ao longo de sua trajetória, o artista vem desenvolvendo diálogos entre estas manifestações artísticas, tendo ganhado alguns prêmios e editais em seus 16 anos de companhia.

Como diretor e coreógrafo, Márcio Cunha vem desenvolvendo seus trabalhos com a sua Cia, a Márcio Cunha Dança Contemporânea desde 2001, com a estreia de “Reação”, seu solo, no Festival Panorama de Dança no Rio de Janeiro. Em um trabalho continuado completa 16 anos de pesquisas e criação. Construiu ao longo do seu percurso as seguintes obras: “Reação” (2001), “Traços” (2003), “Impressões” (2006), “Tela Azul” (2008),“Vermelho Cádmio” (2009), “Figuras Amarelas” (2010), "Corvos e Girassóis" (2011), ”Fase Dourada”(2013), Frida-me (2014) e Céu de Basquiat (2016).

A Cia. esteve ao longo destes 16 anos com seus trabalhos e workshops em diversos teatros e Festivais de dança em território nacional como: Dança em Trânsito-RJ, Espaço Experimental coordenado pela Ana Kfouri- SESC Tijuca-RJ, Café Cultural coordenado por Gisele Tápias, I Mostra Carioca de Dança Contemporânea - direção e curadoria de Renato Vieira, Teatro Cacilda Backer, Teatro Dulcina, Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto, Teatro Angel Vianna, Circuito SESC Interior- Rio de Janeiro (Todas as unidades), Espaço SESC Copacabana, SESC Santos-SP, SESC Tijuca- RJ, Correios em Movimento-RJ, Centro Cultural Banco do Brasil- RJ Espaço Gamboa- RJ, Espaço Rampa-RJ, CALU - Centro de Artes de Lumiar- Friburgo, Festival de Dança da Bahia- Salvador, Festival de Dança do-Cariri, Teatro das Marias- Fortaleza, Festival Maloca - Fortaleza.




Ficha Técnica

Concepção, direção e intérprete: Márcio Cunha
Assistente de direção: Juliana Nogueira
Cenografia: Silvia Araujo e Márcio Cunha
Vídeo arte e captação de imagens: Guto Neto
Trilha sonoraAntonio Nóbrega
Desenho de luz: Juca Baracho
Barco e performance no vídeo: Arlindo
Fotografia: Marcella Azal
Assessoria de Imprensa: Passarim Comunicação (Silvana Cardoso/Juliana Feltz)
Direção de produção e projeto gráfico: Cacau Gondomar
Colaboração artística: Diana Colcker e Elihas Di Jorge

Serviço

Espetáculo: Rosário
Concepção, direção e intérprete: Márcio Cunha
Gênero: Dança
Local: Mezanino | Sesc Copacabana
Pré-estreia para convidados: 21 de junho de 2018 (5af)
Estreia: 22 de junho de 2018 (quinta)
Temporada: 22 de junho a 1º de julho | quinta a domingo
Horário: quinta à sábado, às 21h; domingo, às 20h (bate papo com Márcio Cunha após todas as sessões do espetáculo)
Telefones: (21) 2547-0156
Preço: R$ 30,00 (inteira) | R$ 15,00 (idosos, estudantes e convênios) | R$ 7,50 (associado SESC)
Classificação etária: 16 anos
Capacidade do teatro: 70 lugares
Duração do espetáculo: 60 minutos
Funcionamento da Bilheteria: segundas, de 9h às 16h; de terça a sexta, das 9h às 21h; sábados, de 13h às 21h e domingos de 13h às 20h
Venda antecipada: apenas na bilheteria do Sesc Copacabana

Fotos de divulgação:
Fotos em Alta:
Fotos em Média:

domingo, 22 de abril de 2018

Jojo Todynho lança seu novo single e clipe, “Vou com Tudo”, em todas as plataformas digitais


Depois de conquistar o Brasil com o hit "Que Tiro Foi Esse", hoje com mais de 173 milhões de views no canal Funk Hits


 Jojo Maronttinni, mais conhecida como Jojo Todynho lança hoje o single e o clipe de "Vou Com Tudo", que tem a produção do DJ Batata



Ouça aqui:

Assista em:

"Vou Com Tudo" chega com a marca registrada da cantora: Falar exatamente o que pensa com uma boa pitada de humor. "Sou uma mistura de loucura e de amor", como ela mesma se define. Carioca de Bangu, na zona oeste do Rio de Janeiro, solteira e muito bem resolvida, Jojo traz muito de sua personalidade em seu novo trabalho: "Essa música é um tapa na cara da falsidade! Um hino pra mulher que se sente empoderada e com a auto estima lá em cima. Vou com tudo porque quem veio nesse mundo pra competir comigo tá perdendo tempo, tô muito ocupada cuidando da minha vida", falou e disse a cantora que gravou o clipe numa mansão na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, e contou com a participação do ator Thiago Tomé e de passistas da escola de samba Salgueiro, que são alunos do coreógrafo Carlinhos do Salgueiro.


Com o hit "Que Tiro Foi Esse", Jojo Maronttinni tornou-se uma das artistas nacionais com maior repercussão dentro do Musical.ly, gerando mais de 26 mil vídeos de usuários únicos durante o período de promoção da música, com alcance comparado a de artistas globais na plataforma. Ao que tudo indica, vem aí mais um hit produzido pelas mãos do DJ Batata e comandado pela voz de Jojo Maronttinni, um dos maiores fenômenos das redes sociais da atualidade.



sexta-feira, 30 de março de 2018

THE WEEKND LANÇA MINI-ÁLBUM COM SEIS CANÇÕES INÉDITAS. CONFIRA!


O cantor, compositor e produtor musical canadense The Weeknd pegou os fãs de surpresa com o lançamento do mini-álbum “My Dear Melancholy”. Sem fazer nenhum anúncio, o artista acaba de disponibilizar seis novas canções nas plataformas de streams.


Ouvir e baixar aqui:

As faixas “Call Out My Name” e “Try Me” foram lançadas acompanhadas de vídeos verticais. Confira as outras faixas que compõem o novo trabalho do cantor: 1- “Call Out My Name” / 2- “Try Me” / 3- “Wasted Times” / 4- “I Was Never There” / 5- “Hurt You” / 6- “Privilege”. A música “Call Out My Name” é a escolhida como primeira faixa a ser trabalhada como single do novo álbum.

Abel Makkonen Tesfaye ou The Weeknd, como é mais conhecido, não para de lançar novos trabalhos. 

Apenas um mês atrás, ele lançou a faixa “Pray For Me” (https://umusicbrazil.lnk.to/PrayForMe ), com a participação do vencedor do Grammy® Kendrick Lamar. A canção faz parte da trilha sonora oficial do filme Pantera Negra, o álbum físico “Black Panther: The Album”, com a trilha sonora do longa-metragem, principal inspiração de Kendrick Lamar e Anthony “Top Dawg” Tiffith, que assinam a produção e curadoria do álbum, que chegou recentemente as lojas de todo o brasil. 

Mas você pode ouvir e baixar, acessando: 

O último projeto do cantor, “Starboy”, foi lançado em novembro de 2016 e é o terceiro álbum de estúdio do artista.

Para mais informações, acesse: 


Acompanhe outros artigos no canal do youtube!
Inscreva-se, curta e compartilhe!



sexta-feira, 17 de março de 2017

Web Rádio - Mega Dance



Idealizada por Whalas Junior diretamente de Rondonópolis MT, a web rádio Mega Dance trás desde 2010 o melhor da agitação da música dance, do Rock e do Funk, a rádio deu uma pause em 2016, mas está de volta em ritmo frenético, confira nos link abaixo a batida mais forte da web!








E ainda uma super novidade para os fãs da rádio o aplicativo da Rádio Mega Dance, não perca tempo faça agora mesmo o download e curta todas as suas músicas favoritas!

https://t.co/Ifn2a6W4M5